petak, 9. ožujka 2012.

DEUSES CHEIOS DE MOSCAS - Eu Sócrates perdido em mim comigo dentro

Sócrates grega cópia triste

senhor da rósea muralha

tu que és tudo quanto existe

neste país que é mortalha


nenhuma dúvida subsiste

ó mente lassa feita de crivos

tu rosa de punho em riste

que no nada enterraste os vivos


tuas certezas não têm espaços

no teu crânio fria lousa

os ganhos são sempre escassos

as perdas são outra cousa



quando entardeceu em mim

passei por dúvidas sem as tocar

e perdido cego em mim assim

a pele dos dias passou de vagar


deixei as ânsias na pele dos dias

nas velhas ideias enterrei-as

surdo e mudo nessas heresias

levei-as ao mundo e leixei-as

BLAME TEXAS UND NOT SOKRATES

1 komentar: